APOSENTADORIA DO MÉDICO OU  MÉDICA EM 2019

 

 
  A APOSENTADORIA DO MÉDICO ENVOLVE MUITOS DETALHES E DEVE SER ANALISADA COM MUITA ATENÇÃO.
 
Aposentadoria do Médico.

 

O médico tem um tratamento diferenciado na sua aposentadoria por trabalhar exposto a riscos biológicos durante toda sua vida.
 
Só quem é médico para saber o stress de conviver em um ambiente com tantos riscos.
 
A boa notícia é que, por conta da exposição aos agentes biológicos. o Médico pode se aposentar com apenas 25 anos de trabalho como médico. Muito menos que os 35 anos (homem) ou 30 anos (mulher) das aposentadorias normais.
 
E isso vale tanto para médico que contribuir pelo INSS ou médico servidor público.
 
Além disso, essa aposentadoria não tem o fator previdenciário. Na verdade, só vai ter o fator previdenciário em alguns casos bem raros que o fator aumenta a aposentadoria ao invés de diminuir.
 
Essa espécie de aposentadoria não é exclusiva do médico e é chamada de Aposentadoria Especial. Tem direito a ela todo mundo que trabalha 25 anos exposto a fatores insalubres ou periculosos.
 
 
Mas o médico deve prestar atenção em alguns pontos específicos:
  1. O período trabalhado antes de 05/04/1995 na função de Médico é considerado como período especial, basta comprovar que trabalhou como médico.
  2. O período trabalhado após 05/04/1995 na função de Médico só é considerado especial se for comprovado a exposição aos fatores insalubres. É preciso comprovar a insalubridade com documentos, PPP, Laudo do ambiente de trabalho, ou perícias.
  3. O médico precisa entrar na justiça para poder receber ao mesmo tempo receber sua aposentadoria especial e continuar trabalhando como médico.
 
Esses são os 3 principais pontos para você entender o que é a aposentadoria especial do médico e no que você precisa prestar atenção.
 
 
 
 
 
Compartilhado do Site https://ingracio.adv.br/aposentadoria-do-medico/
 
por Dr. Daniel Alves Rosa
São José dos Campos- SP
Graduado pela USP/RP
 
Breve histórico sobre o autor:
 
Daniel Alves é um advogado nascido em Cosmópolis, interior de SP (OABSP391015).
 
Atualmente advoga em São José dos Campos com graduação em Direito na moderna Faculdade de Direito da USP na cidade de Ribeirão Preto. No curso de sua faculdade estagiou por 2 anos da Defensoria Pública da União e por 1 ano no Escritório Rosin e Bazo Advogados Associados. Ainda, foi coordenador geral e financeiro da ONG Projeto Extensão Solidária de Ribeirão Preto (2013-2016).
 
Por último, o Dr. Daniel atualmente advoga nas áreas do Direito Previdenciário, Trabalhista e de Inventário no estado de São Paulo, com enfoque na resolução estratégica dos conflitos e na atuação preventiva dos litígios, sejam no interior dos Condomínios, em planejamentos de aposentadorias e outros benefícios previdenciários, até propondo conciliações em demandas trabalhistas.